quarta-feira, 15 de abril de 2009

EXEGESE DO NOVO TESTAMENTO, GREGO BIBLICO, COMENTÁRIO EXEGÉTICOExegese é a interpretação profunda de um texto bíblico, jurídico ou literário. A exegese como todo saber, tem práticas implícitas e intuitivas. A tarefa da exegese dos textos sagrados da Bíblia tem uma prioridade e anterioridade em relação a outros textos. Isto é, os textos sagrados são os primeiros dos quais se ocuparam os exegetas na tarefa de interpretar e dar seu significado. A palavra exegese deriva do grego exegeomai, exegesis; ex tem o sentido de ex-trair, ex-ternar, ex-teriorizar, ex-por; quer dizer, no caso, conduzir, guiar.

Por isso, o termo exegese significa, como interpretação, revelar o sentido de algo ligado ao mundo do humano, mas a prática se orientou no sentido de reservar a palavra para a interpretação dos textos em estudos bíblicos. Exegese, portanto, é a denominação que se confere à interpretação das Sagradas Escrituras desde o século II da Era Cristã. Orígenes, cristão egípcio que escreveu nada menos que 600 obras, defendia a interpretação alegórica dos textos sagrados, afirmando que estes traziam, nas entrelinhas de uma clareza aparente, um sentido mais profundo. O termo exegese restou ligado à interpretação alegórica, ensejando abusos de interpretação, a ponto de alguns autores afirmarem, ironicamente, que a Bíblia seria um livro onde cada qual procura o que deseja e sempre encontra o que procura.

Ser exegeta é aplicar o texto no contexto cultural da época do texto lido e extrair os princípios morais e culturais para o tempo presente.

Comentário Exegético de João 1:1
Comentário Exegético de Filemom 1:1
Comentário Exegético de Filemom 1:2
Comentário Exegético de Romanos 1:1
Comentário Exegético de Romanos 1:2
Kosmos e seus vários sentidos
O uso da palavra kosmos e a humanidade
O significado da palavra “mundo” na Bíblia
Comentário Exegético de João 1:4
Comentário Exegético de João 1:5a
Comentário Exegético de João 1:5b
Comentário Exegético de João 1:5c
Comentário Exegético de 1 Tessalonicenses 1:4
Comentário Exegético da Carta de Paulo à Filemon. (Completo!)

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos